Terça-feira, 13 de Janeiro de 2015
13.01.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

541243_MB_UrbanSpeed_Small_RGB.JPG

Os ‘smartwaches’ já não são exclusivos das empresas de tecnologia. A Montblanc lançou uma bracelete que casa a alta relojoaria com o mundo da informação.

 Enquanto todos se preocupavam em discutir os novos ‘smartwatches’ e o seu impacto na relojoaria tradicional, a Montblanc estava ocupada a casar estes dois mundos, e acaba de anunciar o seu primeiro produto de ‘wearable tech’.

Chama-se e-strap e é um pequeno ‘gadget’ com um ecrã de 22 mm que ‘entra’ na bracelete do relógio e se liga, por Bluetooth, aos mais recentes telemóveis Android ou Apple. Até tem essa vantagem, de trabalhar com os dois sistemas operativos mais comuns.

O e-strap permite-lhe então receber notificações de e-mails, com visualização do assunto e do remetente, ler mensagens, ou saber quem lhe chama. Ficar por dentro das novidades nas redes sociais ou da agenda diária. Monitorizar a actividade física, alertar para os objectivos e, no fim, consultar essa actividade no telemóvel e ficar a saber quais os resultados obtidos. É um controle remoto do telemóvel, para tirar fotografias por exemplo ou controlar o leitor de música, e vem ainda com a função “Find me”, que permite emitir um alarme para o telemóvel quando não sabe dele. Prático. Basicamente, tem todas as funções conhecidas dos ‘smartwatches’, e precisa apenas de a carregar uma vez a cada cinco dias.

Samsung Note4 3_4rechts_V2.jpg

A e-strap estará disponível a partir de Junho deste ano, por si só ou em conjunto com alguns dos novos modelos da Montblanc Timewalker Urban Speed (com preços a começaram nos 3000 euros). Neste caso, a bracelete é especial, numa pele especialmente desenvolvida pela Montblanc Pelleteria em Florença, que não risca e é resistente à agua e até ao fogo. Sozinha, poderá ser ligada a algumas braceletes com tamanhos entre os 20 e os 22 mm e o preço final deverá rondar os 350 euros. BL

541243_MB_UrbanSpeed_front_V2.jpg