Sexta-feira, 28 de Março de 2014
28.03.2014 - Por Fora de Série, às 14:17

 

Já é conhecida a vencedora do prémio “Veuve Clicquot Melhor Chef Mulher do Mundo” que, este ano, será atribuído à brasileira Helena Rizzo do Restaurante Mani, em São Paulo. A ‘chef’, que no ano passado já tinha conquistado o galardão de “de Melhor Chef Mulher da América Latina”, tem uma história curiosa já que foi por mero acaso que foi parar ao universo da gastronomia.

Empenhada em seguir a carreira de manequim, Rizzo foi viver para São Paulo aos 18 anos onde, por uma questão de subsistência, começou a trabalhar nas cozinhas em ‘part time’. Da necessidade nasceu a paixão e, passado pouco tempo, punha de lado a ‘passerelle’ para se dedicar a tempo inteiro a esta vocação recém-descoberta. Ao longo do seu percurso, trabalhou com alguns dos gurus da cozinha brasileira, como Emmanuel Bassoleil, Luciano Boseggia e Neka Barreto tendo passado dois anos à frente da cozinha de Na Mata Café, em São Paulo. Seguidamente, partiu para a Europa, tendo passado por Itália e Espanha, nomeadamente pelo El Celler de Can Roca, em Girona, que actualmente encabeça a lista dos “50 Melhores Restaurantes Do Mundo”. Em 2006 abria o Mani, um projecto a meias com o marido, onde as práticas culinárias e os ingredientes tradicionais do Brasil se conjugam com as técnicas modernas e se temperam com uma pitada de influência espanhola.

 

 

O prémio “Veuve Clicquot de Melhor Chef Mulher do Mundo”, que pretende celebrar o talento feminino num universo que continua a ser dominado por homens, será entregue a Helena Rizzo durante a cerimónia dos galardões dos “50 Melhores Restaurantes do Mundo”, que decorre em Londres no próximo dia 28 de Abril. IQ 

 

Tags: