Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014
23.12.2014 - Por Fora de Série, às 13:30

 

O relógio de James Bond, o vestido de Keira Knightley, o colar de Angelina Jolie, os sapatos de..., não há dúvida de que os mais belos anúncios estão no cinema. Não só porque este não nos impinge os produtos descaradamente como também porque nos conta histórias e nos faz sonhar. Esta parece ser, pelo menos, a opinião de Tyler Cooper, fundador e CEO da empresa The Take, que acaba de lançar uma aplicação com o mesmo nome para iPhone.

O objectivo desta ‘app’ é simples. Através de uma tecnologia similar à “Shazam”, a “The Take” identifica automaticamente cenas do filme que estamos a ver e destaca as peças usadas por este ou aquele actor, dando-nos a oportunidade de as comprar no acto se assim pretendermos. Melhor ainda, se o artigo que queremos comprar for demasiado caro para as nossas possibilidades, temos várias outras opções à escolha e a preços menos antipáticos. Não será exactamente a mesma coisa, mas é parecido e, pelo menos, não precisamos de andar à procura. IQ




Terça-feira, 18 de Novembro de 2014
18.11.2014 - Por Fora de Série, às 16:30

Archer-cruisers-MK4-037.jpg

 

Não há dúvida de que a versatilidade da cortiça parece não ter limites. Depois da prancha de surf criada pela Mercedes-Benz, em colaboração com a Corticeira Amorim, para o surfista Garrett McNamara, as atenções viram-se  agora para um skate em cortiça.

Desenvolvido pelo produtor australiano Lavender Composites  e a Archer Cork Skateboards, uma vez mais com o apoio da Corticeira Amorim, este objecto imprevisível foi ontem distinguido, em Singapura, com o prémio JEC Innovation Award,  durante a JEC Asia, uma feira internacional dedicada aos materiais compósitos.

O princípio que levou ao desenvolvimento deste skate foi ditado pelo objectivo de reduzir a vibração característica skates tradicionais e a solução encontrada foi buscar um compósito de cortiça ‘corecork’, da Amorim Cork Composites. O resultado foi um laminado de cortiça com uma óptima redução em termos de vibração, que permitiu criar um plataforma com benefícios comprovados ao nível do desempenho. Uma vantagem a que se vem juntar outra, a do meio ambiente, já que este recurso será sempre prefer ível ao das soluções tradicionais em madeira ou fibra de carbono. IQ




Terça-feira, 4 de Novembro de 2014
04.11.2014 - Por Fora de Série, às 13:30

leica-x_moncler_front.gif

A Leica acaba de apresentar uma máquina fotográfica muito especial, desenhada em parceria com a marca de moda italiana Moncler. Uma máquina tão à-vontade nas cidades mais ‘trendy’ como nos locais mais inóspitos do planeta.

A Moncler une os materiais técnicos na sua roupa, adequados a temperaturas sub-zero, com o design adequado para as ‘passerelles’. Não é por acaso que desfilam todos os anos na semana de Moda de Milão. Envolta nas três cores da Moncler – azul, branco e encarnado –, esta Leica Special Edition é, na sua essência, uma X10 com um sensor CMOS de grandes dimensões, com 16.2 MP, lentes Summilux 23 mm (equivalente a 35 mm) f/1.7 ASPH e um corpo em magnésio e alumínio. A qualidade, ou não fosse uma Leica, é de não pôr defeito, tanto que a Moncler “enviou” o famoso fotógrafo-barra-realizador-barra-editor-de-arte-barra-editor-de-revistas-barra-editor-criativo mais desejado do mundo segundo a “Vanity Fair”, Fabien Baron, testar as capacidades da máquina para as magníficas paisagens da Gronelândia. O resultado final foi exposto na Frieze Art Fair em Londres, sob o nome “Monuments”.

A Leica Moncler Edition estará disponível em 1500 unidades e terá um preço de 2450 euros. BL

 

Moncler-Leica-6.gif




Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014
03.11.2014 - Por Fora de Série, às 18:00

Refined-Touchscreen-Gloves-007.jpg

 

Os ecrãs tácteis não são compatíveis com luvas, é um facto. Ou não eram, até há bem pouco tempo. Sinal claro da evolução tecnológica e, claro está, das exigências do consumidor.

“Atenda qualquer telefonema a qualquer temperatura”. É assim que a Mujjo, marca holandesa de acessórios para telemóveis, apresenta o seu mais recente lançamento: as “Refined Touchscreen Gloves”, uma colecção de luvas elegantes e confortáveis que, além de protegerem as mãos do frio, permitem atender um telemóvel de ecrã táctil em quaisquer circunstâncias e seja qual for o modelo. Isto, graças às fibras de nylon revestidas de prata integradas na malha das luvas, o que as torna condutoras e, por isso mesmo, compatíveis com qualquer ecrã táctil.

As novas luvas da Mujjo – que podem ser compradas ‘online’ – existem em três tamanhos (S/M, M/L e XL), ajustam-se a qualquer formato de mão e, num toque de pura elegância, fecham no punho com um pequeno botão de couro. IQ

 

Refined-Touchscreen-Gloves-010.jpg

 




Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014
17.10.2014 - Por Fora de Série, às 18:30

10.gif

 

Em Novembro de 2011, Garrett McNamara pôs a Nazaré nas bocas do mundo, após surfar na praia do Norte a onda com 23,77 metros. Marca que o fez entrar no livro dos records do Guiness. Agora, a Corticeira Amorim em parceria com a Mercedes-Benz unem-se num projecto de desenvolvimento de uma prancha de surf inteiramente em cortiça portuguesa para o surfista havaiano. Além desta prancha, será fabricada uma outra a partir da espuma usada nas asas dos aviões - material que o próprio Garrett trouxe da Califórnia. Um projecto 100% nacional, que conta ainda com a Polen Surfboards, uma empresa portuguesa, claro, na concepção das duas novas pranchas que serão utilizadas nas ondas da Nazaré.

O “North Canyon Project by Garrett and team” está prestes a começar na Praia do Norte, entre este mês e Novembro de 2014, e conta com a participação de vários surfistas internacionais com vista a estabelecerem um novo recorde mundial. CSB

 

 




17.10.2014 - Por Fora de Série, às 16:42

10659320_640229076085621_6875995008173428388_n.gif

 

Por isso a Fora de Série dedica-lhe toda uma edição especial, hoje nas bancas com o Diário Económico.

Nesta edição o destaque vai para a própria indústria relojoeira, em particular a suíça. Com cada vez menos marcas de relógios importantes a continuarem independentes, e com a recente aquisição da manufactura Ulysse Nardin pelo grupo Kering, alguns observadores questionam-se sobre o futuro das marcas mais pequenas. Afinal, quem são os grandes grupos e qual o seu actual e futuro posicionamento nesta e noutras indústrias de luxo? Nesta edição damos também a conhecer a história da única grande manufactura tradicional ainda detida pelas famílias fundadoras, a Audemars Piguet.

 

destaaque.gif

 

Certamente, se vive na civilização moderna, terá ouvido falar na entrada da Apple numa nova categoria de produtos, a de ‘wearable technology’, com a apresentação do Apple Watch, que vai chegar às lojas no início de 2015. A indústria relojoeira, aparentemente, não ficou assustada. Mas será que tem pela frente uma Crise do Quartzo parte II para enfrentar?

A Fora de Série Especial Relógios coonta também com a contribuição de Fernando Correia de Oliveira, um dos mais conceituados especialistas mundiais em relojoaria.

Se é assinante da edição iPad do Diário Económico, não se esqueça de descarregar a Fora de Série, que oferece ainda uma colecção de vídeos que seleccionámos para si. Se ainda não é, o que espera para fazer parte deste clube selecto?




Segunda-feira, 6 de Outubro de 2014
06.10.2014 - Por Fora de Série, às 14:08

A Vertu, fabricante britânica de telemóveis de luxo, acaba de lançar no mercado o seu novo smartphone, o Aster. Mais discreto, mas não menos exclusivo do que alguns dos anteriores modelos da marca, o novo Aster é em titânio com visor em cristal de safira e acabamentos em pele, em tons tão sugestivos como o ‘caviar’ ou o ‘cognac’. O preço oscila entre os 5.360 e os 7.500 euros, consoante os acabamentos escolhidos, mas não será demais lembrar que quem compra um Vertu adquires não apenas um smartphone mas também todo um conjunto de regalias exclusivas como, por exemplo, um serviço de ‘concierge’ único. IQ




Sexta-feira, 3 de Outubro de 2014
03.10.2014 - Por Fora de Série, às 13:45

 

 

No mês em que celebramos os 25 anos do Diário Económico, a Fora de Série sai, pela primeira vez, em versão de iPad, junto com o jornal. A aplicação "economico digital" está disponível na ‘app store’ da Apple. Aproveitámos este salto para o digital para partilhar consigo alguns vídeos, que incluem um 'making-of' da produção. Procure pelos botões de 'play' (imagem em cima) em algumas das histórias. A edição de Outubro sai hoje e pode encontrá-la nas bancas e no iPad.




Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014
02.10.2014 - Por Fora de Série, às 19:07

 

Assim como o Diário Económico, também a internet atinge em 2014 o marco dos 25 anos de história. Foi em Agosto de 1989 que Tim Berners-Lee abriu a ligação a uma rede de terminais de computadores até então exclusiva a um grupo de cientistas a qualquer pessoa com acesso a um destes aparelhos. Hoje em dia, o número de utilizadores da Internet é de cerca de 42% da população mundial (aponta-se para os 60% em 2020). Durante mais de duas décadas as invenções associadas à Internet, como a Amazon, Microsoft, Wikipedia e Facebook ajudaram a alterar a forma como pensamos, comunicamos e agimos. Mas como será a Internet daqui a mais 25 anos? Será que na década de 2030 já será possível fazer o ‘upload’ da mente humana? São muitos os estudos e projecções que tentam prever aspectos como a adesão que terá, a forma como será utilizada e as consequências que irá trazer. Descubra mais amanhã, na Fora de Série.




02.10.2014 - Por Fora de Série, às 15:27

Não será certamente a melhor opção para levar às corridas de cavalos em Ascot, mas fez sensação em Londres, onde foi apresentado durante a semana de moda da cidade.

Se excluirmos o brilho cintilante e a quase escandalosa cor, digna da mais exigente boneca Barbie, este chapéu é um verdadeiro ‘gadget’, fruto de uma parceria entre o jovem designer de moda Christian Cowan-Sanluis e a marca Acer. Um grande chapéu, tipo ‘sombrero’ mexicano que tem, na aba, um estojo onde se encaixa um ‘tablet’ Acer Iconia A1-840. O modelo ideal para tirar ‘selfies’ sem esforço num ângulo de 360º.

Discutível ou não a extravagância deste acessório de moda, a verdade é que o mesmo não passou despercebido a Lady Gaga, naturalmente. IQ




Quarta-feira, 10 de Setembro de 2014
10.09.2014 - Por Fora de Série, às 14:45

Explorar o Galaxy Note 4 é agora ainda mais fácil. A Montblanc acaba de lançar, em parceria com a Samsung, duas canetas 'screenwriter': a "e-Starwalker" e a "Pix pen". Desta colaboração entre as duas marcas resultou também a criação de capas para o ‘smartphone’, das colecções "Meisterstuck Soft Grain" e "Extreme", que englobam um ‘chip’ digital ID que dá acesso exclusivo a aplicações da Montblanc. Estes acessórios estarão disponíveis apenas a partir de Outubro. CSB

 

 




Terça-feira, 19 de Agosto de 2014
19.08.2014 - Por Fora de Série, às 10:06

 

Esta semana entra ao serviço o novo membro da equipa do Aloft Hotels, em Cupertino, na Califórnia. Chama-se  A.L.O, veio preencher a posição não de ‘butler’ (mordomo), mas sim de “Botlr” e é irresistível. “O A.L.O. tem a ética de trabalho do Wall-E, o humor da Rosie dos The Jetsons e faz-me lembrar do meu 'robot' favorito de infância, o R2-D2”, conta Brian McGuinness, ‘Global Brand Leader’ da Starwood Hotels & Resorts, grupo da qual o hotel faz parte. O principal trabalho do A.L.O., que também terá tarefas nos bastidores do hotel, vai ser transportar aquilo que os clientes solicitarem até à porta do seu quarto. Com um ‘tablet’ a fazer as vezes de rosto, “vestido” à medida, com um uniforme com um laço preto e emitindo uns leves sons robóticos, o A.L.O interage com os hóspedes, pedindo uma avaliação e sugerindo que estes lhe dêem gorjetas em forma de ‘tweets’. Já não é a primeira vez que os 'tweets' são utilizados para trocas comerciais. Ainda na semana passada, o estilista Marc Jacobs abriu a sua segunda loja 'pop-up' em que o pagamento era feito em ‘tweets’. O lançamento do A.L.O. é também uma estratégia de marketing, apelando a um grande número de viajantes adeptos de tecnologia que passa pelo hotel Aloft, em Cupertino. CLM

 

 




Sexta-feira, 15 de Agosto de 2014
15.08.2014 - Por Fora de Série, às 12:00

 

A Convivial, um estúdio de ‘design’ com base em Londres, que afirma estar no ponto de intersecção da arte, do ‘design’ e da tecnologia, criou uma experiência única de ‘make-your-own’. A empresa lançou uma aplicação (disponível apenas na Appstore da Apple) que permite ao utilizador criar padrões abstractos que, a qualquer momento, podem ser transformados em lenços de seda de 120 x 120 cm. No espectro, que vai desde a falta de escolha até escolha a mais, esta situa-se no ponto ideal - dá espaço suficiente ao utilizador para criar o seu próprio ‘design’, dentro de balizas que garantem que dificilmente dê um mau resultado.

 

 

Na aplicação pode escolher o número de cores que quiser ter no padrão e ajustar o tom de cada uma e "brincar" com uma série de opções: o nível de complexidade do padrão, a velocidade a que este se vai transformando no seu ecrã, e a escala. As opções são infindáveis e o processo de criação divertido e dinâmico. A qualquer momento pode “congelar” o ecrã e gravar a imagem no seu rolo de câmara. No final, pode encomendar um lenço com a sua criação, que irá receber dentro de três semanas. Cada lenço tem um custo de cerca de 360 euros. Poderá ainda escolher um dos modelos criados pela Convivial, na sua loja ‘online’. CLM

 

 




Quarta-feira, 13 de Agosto de 2014
13.08.2014 - Por Fora de Série, às 16:30

 

A nova aplicação da Hermès chama-se “Tie break” e é uma divertida mistura de jogos, ‘cartoons’, imagens, catálogos e dicas úteis. Na opção  ‘take another break’, por exemplo, surge a ponta de uma gravata no ecrã que o utilizador tem de puxar para baixo, para que apareça uma surpresa, sempre diferente. Entre as características mais funcionais, encontramos dicas sobre os diferentes métodos para dar o nó em gravatas ou lenços e mesmo a opção de experimentar vários padrões de gravata da colecção Outono/ Inverno 2014 encostando o ‘smatphone’ à camisa e, depois, comprar esses mesmos modelos. A aplicação está disponível para IOS e Android. CLM

 




13.08.2014 - Por Fora de Série, às 15:41

 

Se visitar a loja ‘pop-up’ de Marc Jacobs em Londres, durante este fim-de-semana, mais vale levar o seu ‘smartphone’ do que a carteira. O ‘designer’ americano vai oferecer produtos da sua linha de perfumes em troca de ‘tweets’ com o ‘hashtag’ #MJDaisyChain. No final de cada dia a marca irá ainda oferecer uma mala a quem publicar o ‘tweet’ mais original. Durante três dias, entre 15 e 17 de Agosto, poderá visitar a loja, tomar uma bebida e passar pelo ‘nail bar’ e ‘photo booth’. Não é a primeira vez que Marc Jacobs lança uma ‘pop-up’ com este modelo de negócio inovador sendo que, em Fevereiro deste ano, fez o mesmo em Nova Iorque, durante ‘fashion week’. CLM