Quinta-feira, 4 de Setembro de 2014
04.09.2014 - Por Fora de Série, às 12:35

 

O novo ‘grand cru’ da Nespresso vem juntar um pouco da cultura cubana à sua linha de sabores. Não é que os grãos de café sejam produzidos neste país – vêm, aliás, de vários pontos do mundo, desde a Colombia à Índia, passando pelo Brasil e pela Etiópia –, mas foram a atmosfera quente e o estilo de vida cubano que serviram de inspiração para a criação desta última edição limitada, ‘Cubanía’. Os ‘coffee experts’ pegaram no icónico ritual do ‘cafecito’ e criaram uma nova experiência Nespresso. Para provar as novas cápsulas, sugerem três formas: Simples (de 25 ml), de modo a aproveitar ao máximo o seu carácter poderoso; Cubano, em formato ‘Ristretto’, ou de 25 ml, misturando-o com uma pequena porção de açúcar de cana e de seguida tirando um segundo ‘ristretto’, o que resulta num café intenso e escuro, que quase pode servir de sobremesa, graças às suas notas de cacau; misturando com 25 ml de leite quente.

Já no ano passado, a Nespresso tinha ultrapassado o seu nível máximo na escala de intensidade (de 1 a 10), com o lançamento dos ‘grand crus’ Darkhan e Kazaar, de nível 11 e 12, respectivamente. Desta vez, a marca foi mais além, e atingiu o nível 13. A edição Cubanía incluí uma ‘sleeve’ com pacotes de açúcar de cana, a acompanhar a tradicional ‘sleeve’ de 10 cápsulas. CLM

 




Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014
03.09.2014 - Por Fora de Série, às 18:35

Daniel Dafoe foi o escritor que a Montblanc decidiu homenagear este ano, com a sua colecção de edição limitada lançada anualmente desde 1992. Com um corpo de resina escura, que se assemelha à jangada e ao remo fabricados por Robinson Crusoé, e um 'clip' que representa a pena do amigo Poll, o papagaio, o ‘design’ da caneta tem como fonte de inspiração a principal obra deste autor do século XVII-VXIII, “As Aventuras de Robinson Crusoé". CLM

Tags: ,



03.09.2014 - Por Fora de Série, às 17:40

 

As mais exclusivas marcas da Avenue Montaigne estão agora mais perto. E este ’mais perto’ vale em qualquer parte do mundo sem que isso implique apanhar um avião para Paris. É simples: basta ir ao novo site “Vente Avenue Montaigne”, seleccionar o idioma mais confortável (inglês ou francês), escolher, comprar e esperar tranquilamente em casa que o artigo – ou artigos – nos venha parar às mãos.

Apresentando-se como “única no género”, esta nova loja ‘online’ assume-se como uma “montra suplementar” para cada uma das prestigiadas lojas que dão fama à mítica avenida parisiense, seja Nina Ricci ou Dolce & Gabbana, Elie Saab ou Louis Vuitton, Chanel, Versace, Prada, Emmanuel Ungaro e por aí fora. E isto, com direito ainda à proposta de peças exclusivas em edição limitada, que é coisa a que ninguém fica indiferente. É o melhor da Avenue Montaigne à curta distância de um clique. IQ 

 




03.09.2014 - Por Fora de Série, às 17:33
 
 

 

Annie Leibovitz, Bruce Weber e Juergen Teller são os três nomes grandes da fotografia que dão forma à primeira campanha publicitária de   Nicolas Ghesquière para a Louis Vuitton. “Série 1” marca a estreia do novo director criativo das colecções de senhora da ‘Maison’ francesa, cujo objectivo foi marcar uma nova filosofia, partindo da ideia de inovação e de diferentes formas de a expressar. Deixamos o vídeo do 'making of' da sessão de Charlotte Gainsbourg com Annie Leibovitz, com sugestões para a próxima estação fria. CSB

 

Tags:



03.09.2014 - Por Fora de Série, às 14:29

 

O “Cantinho do Avillez” dividiu tachos e panelas e viajou até à Rua Mouzinho da Silveira, no Porto, onde abriu um novo restaurante com o mesmo nome. De acordo com o proprietário e ‘chef’ José Avillez, a abertura deste espaço a Norte surge na sequência do pedido de muitos clientes.

Tal como no irmão lisboeta, na cozinha inspiram-se tradições culinárias portuguesas com influências de viagens. Alguns dos pratos mais carismáticos do Cantinho alfacinha repetem-se a Norte, como os "peixinhos da horta com molho tártaro", os "fígados de galinha salteados com compota de cebola e Porto"; as "lascas de bacalhau, migas soltas, ovo BT e azeitonas explosivas" e o "hambúrguer de Barrosã DOP com cebolada, ‘foie gras’ e batatas fritas", entre outros. A estes somam-se novidades como "empada de cozido à portuguesa", "vieiras salteadas com ovas de truta"; "‘risotto’ de espargos, açafrão e limão" e "alheira crocante com ovo BT tomate fumado e arroz de grelos". Para sobremesa, o "chocolate 3". O ‘design’ de interiores é, também aqui, da responsabilidade do Atelier AnahoryAlmeida. De segunda a sábado, das 12h30 às 15h00 e das 19h30 às 24h00. Mais informações no site. CSB

 

 




Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014
01.09.2014 - Por Fora de Série, às 17:32

 

Yves Carcelle, que foi presidente da Louis Vuitton entre 1990 e 2012 e também o responsável pela transformação da casa na marca de luxo que é hoje em dia, morreu ontem, aos 66 anos de idade, vítima de doença prolongada. A notícia foi avançada hoje, em comunicado, pelo grupo LVMH.

Quando Yves Carcelle chegou à Louis Vuitton, a empresa fazia parte do grupo liderado por Bernard Arnault apenas há três anos. Uma casa fundamentalmente associada ao segmento da marroquinaria e a uma tradição artesanal.  Duas décadas mais tarde, a Louis Vuitton tinha alargado o seu campo de negócio a áreas tão distintas quanto a moda, a joalharia ou a perfumaria, decuplicado o seu volume de negócios e cimentado o seu prestígio como marca de luxo internacional, nomeadamente com a conquista do mercado asiático, tornando-se a principal empresa do grupo LVMH.

“Infatigável viajante, o Yves era, à imagem da casa que encarnou durante tanto tempo, um pioneiro. Sempre curioso, apaixonado, em movimento, foi um dos líderes mais inspiradores que tive o privilégio de conhecer”, são as palavras de Bernard Arnault no comunicado hoje divulgado pelo grupo. IQ