Sexta-feira, 27 de Novembro de 2015
27.11.2015 - Por Fora de Série, às 13:03

 

Ferreira-Vintage-1815_Luxury-Awards_omdesign.jpg

 

 

Uma caixa de luxo da Porto Ferreira acaba de ganhar a medalha de ouro, na categoria de ‘packaging’, nos “The World Luxury Awards”.

Ao lado de grandes referências internacionais do luxo, como Hermès, Cartier, Gucci, Dior, Valentino, Emirates, Lamborghini, e outras, a Porto Ferreira acaba de atingir o topo da competição que premeia a excelência criativa internacional. A cerimónia que decorreu em Monte Carlo, no Mónaco, avaliou projectos oriundos de 28 países.  

O contador da Porto Ferreira foi produzido à mãos por artesãos portugueses, em madeira exótica com pormenores em pele e prata. Concebido pela Omdesign, esta edição exclusiva que alberga 200 anos de história da marca de Vinho do Porto, com o lançamento de Vintages como os de 1947, 1952, 1985, 1994 e 1997, foi apresentada num leilão da Sotheby’s, na Torre de Londres, em Maio deste ano, a propósito das comemorações da Batalha de Waterloo. Evento onde o mais antigo vinho da colecção de Vintages da marca, o Porto Ferreira Vintage 1815 (data da célebre Batalha), foi licitado por 6.900 euros. O montante foi doado a uma instituição de caridade, numa homenagem ao espirito filantrópico de Dona Adelaide Ferreira, a visionária impulsionadora destes vinhos e da região do Douro. CSB




Quinta-feira, 12 de Novembro de 2015
12.11.2015 - Por Fora de Série, às 10:00

NESPRESSOPURECOLLECTION-PUREESPRESSOANDLUNGO.jpg

 

A Nespresso acaba de lançar a nova colecção Pure Collection. Constituída por quatro tipos diferentes de chávenas, adequadas aos diferentes tipos de bebidas.

A nova linha é composta por chávenas para expresso, ‘lungo’, ‘cappuccino’ e as tradicionais canecas, todas em porcelana branca, numa combinação de mate com brilho. Com o bordo redondo, numa alusão à cápsula, uma base quadrada como o monograma Nespresso e um pequeno logótipo no cimo das chávenas, a Pure Collection foi desenhada pelo atelier de design suíço Big-game.

Já tinham colaborado com a Nespresso, mas nunca na concepção de uma colecção inteira. Durante cerca de um ano, foi sendo desenvolvida. “Quando começámos a trabalhar neste projecto, pensámos que tinha de ser imediatamente associado à Nespresso”, explica Augustin Scott de Martinville, mentor do Big-game. “Queríamos manter a essência da Nespresso, uma marca inovadora que trouxe ideias um pouco disruptivas. Começámos por projectar o copo, que é para nós a essência da Nespresso (com excepção do café, claro) e simboliza o momento da degustação final, depois da introdução da cápsula na máquina”, prossegue Augustin. “É por isso que as chávenas foram concebidas com diferentes tamanhos e espessuras, de forma a garantir a temperatura ideal e a libertar a intensidade e os aromas dos Grands Crus Nespresso”.

Da confluência de premissas nasceu uma colecção essencial, clássica e inteligente, assim definida pelo atelier. Essencial porque é minimalista, sem ruídos extra; clássica pelo uso da porcelana, um material tradicional e inteligente por causa da forma como os copos se encaixam nos discos que compõem os pratos quadrados, o que permite que todas as chávenas se encaixem num único tamanho de pires.

A Pure Collection está disponível em seis opções: duas chávenas expresso com pires, 12 euros; duas lungo com pires, 24 euros; duas chávenas de cappuccino com pires, 24 euros; duas canecas com pires, 25 euros; conjunto de duas chávenas expresso e duas de cappuccino com quatro pires, 39 euros; e duas de expresso mais duas lungo com quatro pires, 39 euros. À venda nas lojas Nespresso e em www.nespresso.com. CSB

 

 

 

 

 




Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015
30.10.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

Tyto-Alba-(2).jpg

 

O vinho português Tyto Alba acaba de ser distinguido com uma Medalha de Prata nos Pentawards, os óscares do design de embalagens.

A imagem da garrafa, cujo nome só será decifrável por cientistas da área, refere-se a uma Coruja-das-Torres. Uma ave que habita na propriedade onde o vinho é produzido, a Companhia das Lezírias, e que contribui activamente no equilíbrio do ecossistema das vinhas ao alimentar-se de pequenos mamíferos que as destroem. Quanto à embalagem, apresenta-se como um ninho com uma abertura que permite ver o habitante interior: os olhos da coruja; ou seja, a imagem do rótulo. A caixa é feita de madeira e, no interior, tem palha para aconchegar a garrafa. Depois de consumido o vinho, a caixa pode ser pendurada num jardim e servir de ninho a outras aves.

A responsável pelo design, Rita Rivotti, bisa um prémio no mesmo concurso, já que em 2014 arrecadou uma Medalha de Ouro com o vinho Crochet. “O design tem poder de sedução e pode determinar uma compra ou mesmo influenciar a prova”, explica a especialista de ‘branding’ e design de vinhos. Ou como a filosofia de Rita seduz, dizemos nós. CSB

 

 




Segunda-feira, 19 de Outubro de 2015
19.10.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

_DSC6612.jpg

 

Inaugura hoje um novo hotel de charme em Lisboa, o Palácio do Governador. Situado em Belém, foi a residência dos responsáveis pela Torre de Belém e assenta em antigas ruinas romanas.   

Cinco milhões e meio depois de o Grupo NAU Hotels & Resorts ter pegado no edifício quinhentista, abre o hotel de charme com 60 quartos personalizados, spa com 1.200 m2, piscina ao ar livre, restaurante com cozinha de autor e outros pormenores que não o são. Já que são esses mesmos detalhes que ditam a união entre o passado histórico e o presente contemporâneo e luxuoso deste novo hotel de Lisboa, o Palácio do Governador.

Foi morada dos Governadores da Torre de Belém desde o século XVI. Mas é necessário recuar um pouco mais: a actividade comercial neste local começou muito antes, nos séculos I a V, altura em que terá sido usado pelos romanos como fábrica de molho de peixe romana. As ruinas estão lá e serviram de mote: “redescobrir o requinte e o fausto da gloriosa época dos Descobrimentos, aliando o conforto e elementos de contemporaneidade”. Ao projecto de arquitectura a cargo da dupla Jorge Cruz Pinto e Maria Cristina Mantas foi aliada a decoração e design de interiores projectados por Nini Andrade Silva. 

Detalhes como as tinas de pedra, conhecidas como “cetárias” - da antiga fábrica romana de molho de peixe “garum”, exportado em ânforas para todo o mundo Romano – recebem que entra no pátio de entrada do Palácio do Governador. A recepção e ‘lobby’ situam-se na antiga capela, cujas paredes exibem os azulejos originais restaurados, o coro de madeira e o duplo pé direito.

Mas a história dos Descobrimentos revela-se nos cinco pisos. Quer nos tectos em abóboda do restaurante e em alguns quartos, quer nos arcos espalhados por vários espaços; ou nos lambris de azulejos originais, quer nos elementos decorativos inspirados na porcelana Companhia das Índias. E as dos Romanos também, hotel a dentro, com as ruinas a exibirem-se na piscina interior e noutros locais. O spa com uma decoração contemporânea entrelaça-se nas antigas tradições termais das culturas mediterrânicas e dispõe de uma piscina interior aquecida, com 25 metros, jactos dinâmicos e cromoterapia; sauna; banho turco; três salas de massagens e tratamentos e ginásio. O exterior oferece mais duas piscinas, uma para adultos e outra para crianças, jardim com lago e um terraço com esplanada com vista para a Torre de Belém e para o rio Tejo. 

O restaurante Ânfora é outro porta-estandarte do hotel. Ao leme está o ‘chef’ André Lança Cordeiro, que passou pelos parisienses Relais Louis XIII, Lapérouse e Au Comte de Gascogne, onde conviveu com congéneres estrelas Michelin, e recentemente na Clinique La Prairie, em Montreux.

As salas para eventos e o parque privativo com 130 lugares rematam a oferta deste hotel que é um exemplar único do casamento entre Hotelaria e História de Portugal. CSB

 

corredor.jpg

 

 




Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015
28.08.2015 - Por Fora de Série, às 14:00

EverBlock+block+image.png

 

Já todos brincámos - e adorámos brincar - com legos em algum ponto das nossas vidas. Agora, graças à EverBlock que constrói peças de lego enormes, podemos usar essa paixão para construir coisas reais.

É quase um sonho tornado realidade: brincar com legos e, ao mesmo tempo, construir alguma coisa com utilidade. Foi o que pensou Arnon Rosan, um norte-americano de Nova Iorque que não se ficou pelo sonho e fundou mesmo a EverBlock, uma empresa que constrói peças tipo lego em tamanho adulto.

Será possivelmente o melhor sistema modular que existe e se a ideia inicial era apenas construir peças de mobiliário, mesas de centro, sofás ou estantes, rapidamente a ideia evolui para formatos maiores, como divisores de salas e mesmo abrigos pré-fabricados. As aplicações são inúmeras e podem até servir para uma situação de emergência.

Para já os blocos existem em 14 cores diferentes e três tamanhos: 30 cm, 15 e 7,5 cm, com o peso a variar entre o kilo e as 100 gramas. Sendo que cada bloco tem ainda entradas para cabos, iluminação ou até para reforços de estrutura. Depois é só deixar a criatividade falar por si. BL

 

EverBlock.jpg




Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015
27.08.2015 - Por Fora de Série, às 16:27

holding-jeremy-scott-moon-man.jpg

 Os MTV awards estão à porta. Este ano com a novidade do Moonman, a icónica estatueta trofeu ter sido totalmente redesenhada por Jeremy Scott, o director criativo da Moschino. O Moonman é o mais reconhecido dos troféus a seguir ao Oscar claro. E os prémios da MTV o maior evento do mundo a fundir cultura pop, moda e música, “os meus três temas preferidos” referiu Jeremy Scott a propósito da colaboração. E o redesenhado astronauta de Scott começa logo por apresentar uma paleta multicolorida por oposição ao cinzento original. Ao pescoço traz um mega colar com o símbolo da paz e, em vez das tradicionais botas de astronauta, uns ténis Adidas Originals com asas, desenho do próprio Scott para a marca. A bandeira do astronauta em forma de M(tv) surge também com uma barra cromática igual à que passava nas televisões de antigamente. Um piscar de olhos ao início da MTV nesta época de domínio da internet mas que casa na perfeição com as propostas coloridas de Scott para a Moschino.

Os MTV Video Music Awards 2015 decorem em Los Angeles, na madrugada de 30 para 31 de agosto em Lisboa, e serão apresentados por Miley Cyrus pelo que se pode esperar muita irreverência – e algumas propostas de moda ousadas. B.L

Tags: ,



Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015
26.08.2015 - Por Fora de Série, às 15:03

Tourbillon RM 69 Erotic Front.jpg

 

Apesar do nome bem sugestivo: Richard Mille 69 Erotic Tourbillon, a grande sedução desta edição especial é a justa homenagem que presta aos relógios proibidos do passado. Ainda assim, foi engraçado a forma como a Richard Mille preparou a Reserva de Marcha para parar nas 69 horas, “justificando” o número no nome.

O que este relógio tem de erótico é um conjunto de frases, que surgem no mostrador, exprimido (supostamente) os nossos desejos mais libidinosos. As frases surgem em três barras triangulares, em titânio, que giram aleatoriamente, cada uma com as suas frases pré determinadas, até formar uma frase composta. Pressionando um botão às 10 horas acciona-se o mecanismo tipo oráculo e tanto pode “sair” um “quero acariciar-te esta noite” como um “quero excitar os teus mamilos”. Cada barra tem seis lados por isso podem imaginar o número incrível de possíveis frases.

Relógios eróticos sempre fizeram parte da relojoaria. Durante séculos os relojoeiros tentaram criar autómatos com figuras que representavam actos de cariz sexual. Só que nesses tempos idos essas cenas estavam “escondidas” até porque esses relógios eram considerados atendados à moral e portanto confiscados e destruídos.São esses os relógios que Richard Mille quer honrar com esta edição limitada, onde tudo está à vista mas só para quem entrar numa das 24 boutiques exclusivas da casa,  e comprar um dos 30 exemplares disponíveis.

Ainda assim, se for um deles aconselhamos muito cuidado no futuro, sempre que alguém lhe perguntar as horas. Ou muita sorte…BL

 

Tourbillon RM 69 Erotic Back.jpg




Terça-feira, 25 de Agosto de 2015
25.08.2015 - Por Fora de Série, às 12:30

Topázio_Manga para Garrafa Champanhe.jpg

A Topázio acaba de apresentar duas mangas para garrafa em prata trabalhada. O objectivo? Esconder as mangas de plástico que podem ser muito práticas para garantir a frescura do vinho mas reconhecidamente pouco estéticas.

Agora as suas garrafas de vinho já se podem apresentar à mesa vestidas a rigor. Cortesia da Topázio, marca portuguesa com tradição em trabalhar o ouro e a prata desde 1874.  São duas mangas de estilo claramente português, disponíveis em prata ou com banho de prata, mas com dois modelos distintos: um para garrafas de vinho branco (tinto ou rosé) com um design mais tradicional e trabalhado e outro para garrafas de espumante (ou champanhe) com um design um pouco mais moderno e arrojado. A escolha é sua sendo que ambos os modelos têm um P.V.P. a partir dos 345 euros.BL




Quinta-feira, 20 de Agosto de 2015
20.08.2015 - Por Fora de Série, às 13:45

mon_544430_black_project_pr_m121.jpg.jpg

A Montblanc  juntou-se a Marc Newson, a sua primeira colaboração com um designer em 109  anos de história, para apresentar uma nova caneta.O resultado desta parceria dá pelo nome de Montblanc M, um conjunto de “instrumentos de escrita” como a marca alemã gosta de chamar às suas canetas, que tem tanto de moderno como do clássico intemporal

A estética é indubitavelmente Montblanc mas apresenta ao mesmo tempo ângulos mais marcados e proeminentes que lhe dão um toque futurista. A fluidez de linhas é um elemento característico do design de Newson e nesta M recorreu-se por exemplo a a um inovador sistema de fecho com a ajuda de um íman que assegura o alinhamento perfeito entre o clip na tampa e o elemento recto na ponta da caneta. Uma nova redistribuição do peso assegura ainda um balanço perfeito na hora de escrever. Da colecção farão parte a tradicional caneta de aparo, um roller e, pela primeira vez também na história da Montblanc, um fineliner para desenho técnico. O objectivo é apelar a um público mais ligado às artes.

mon_544430_black_project_pr_m111.jpg.jpg

Jerôme Lambert, Ceo da Montblanc, explicou que “ Para a primeira associação a um designer na história da Maison, elegemos trabalhar com Marc Newson sem dúvida o designer mais influente da sua geração”. Uma afirmação difícil de disputar quando Newson já desenhou desde barcos para a Riva a carros para a Ford, óculos para a Safilo, roupas para a G Star Raw, ténis para a Nike, mochilas para a Louis Vuitton, electrodomésticos para a Smeg, mobiliário para a Capellini e para a Magis, candeeiros para a Floss, utensílios para a Alessi ou Alitala, máquinas fotográficas para a Leica e para a Pentax, jóias para a Boucheron, relógios para a Jaeger-LeCoultre, onde trabalhou pela primeira vez com Jerôme Lambert na altura o CEO da marca, mas também para a Ikepod e para a Apple no recente Apple Watch. Já tinha, inclusivamente, desenhado uma caneta para a Hermès.BL

 

Tags: ,



Quarta-feira, 29 de Julho de 2015
29.07.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

_PSR9895.jpg

 

Ainda que possa parecer, não estamos a falar da famosa (e homónima) praia de Miami, mas sim da mais recente aposta do grupo Pestana, em Alvor. A abertura do Pestana Alvor South Beach está marcada já para o mês de Agosto.  O novo hotel de quatro estrelas localiza-se a apenas 100 metros da linha de água e conta com uma capacidade de 79 unidades de alojamento – das quais 57 são ‘suites’ –, uma vista para o mar, três piscinas exteriores, um bar e um restaurante.

 

_PSR9751.jpg

 

Com uma localização estratégica e um acesso directo à praia, o hotel teve como fonte de inspiração o espírito sentido em South Beach, Miami, nos Estados Unidos, precisamente onde o grupo gere o Pestana South Beach, um ‘art déco boutique’ hotel. O mais recente investimento do Pestana Hotel Group, no valor de oito milhões de euros, vem juntar-se a um portfólio que conta agora com seis unidades em Alvor e um total de 12 empreendimentos e mais de três mil camas na região do Algarve. CLM




Segunda-feira, 13 de Julho de 2015
13.07.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

Vespa 946 EA_3.jpg

 

Um homem bem vestido de fato e gravata, numa ‘scooter’ a caminho do trabalho é motivo para olhar duas vezes. A icónica Vespa surge agora numa edição especial “vestida” por Giorgio Armani. Uma aliança entre as duas marcas italianas que resulta na Vespa mais bem vestida da estrada. A Vespa 946 Emporio Armani celebra os aniversários redondos de ambas as marcas italianas – 40º da Fundação da Giorgio Armani e 130º do Grupo Piaggio – remetendo, com o seu nome, para o ano de criação deste ícone.

O design foi reinterpretado pela Armani, incorporando o cinzento com subtis tonalidades de verde, o efeito mate nas partes metálicas e a assinatura da marca, bem como o logótipo da águia. Isto para além de ter criado uma colecção cápsula especial, para homem e para mulher.

Do lado da Vespa, destaca-se a tecnologia utilizada: uma plataforma multimédia que interage com os dispositivos móveis, um motor de 125 cc a quatro tempos, um travão de disco duplo de 220mm, um sistema de travagem ABS e rodas de 12 polegadas, que garantem uma segurança máxima.

A Vespa 946 Emporio Armani vai estar disponível em Portugal a partir do final do mês de Julho por 9900 euros mais despesas de legalização. CLM




Quinta-feira, 9 de Julho de 2015
09.07.2015 - Por Fora de Série, às 17:00

2 pulseiras.jpg

 

A Dinh Van acaba de apresentar duas pulseiras exclusivas para Portugal. Ostentado as nossas cores.

As duas pulseiras pertencem à colecção Menottes, a mais emblemática da marca francesa de joalharia e as “algemas” representam a união, o amor e a amizade, da mesma forma que na nossa bandeira o verde da esperança surge aliado ao encarnado da luta (ou assim o dizem).

Por isso existem duas Menottes portuguesas: uma onde o verde surge em destaque com as ‘menottes’ em prata e outra versão com predominância do encarnado e com as ‘menottes’ em ouro amarelo. Em cada pulseira, cada fio de seda é trabalhado à mão, com base nas técnicas de um ancestral ‘atelier’ no Japão especializado na concepção das laçadas dos quimonos. 

As pulseiras estão já à venda na Machado Joalheiro por um preço de 280 euros para a pulseira em prata e de 1090 euros para a pulseira em ouro amarelo. BL




Sexta-feira, 3 de Julho de 2015
03.07.2015 - Por Fora de Série, às 12:30

PD_1968_bottle_reflect_HR.jpg

À Atlantis, do grupo português Vista Alegre Atlantis, coube a produção de 145 frascos para o exclusivo whisky The Glenrothes Single Cask 1968, cujo preço ronda os oito mil euros.

Cada frasco é soprado individualmente pelos mestres vidreiros da fábrica de Alcobaça, ao qual é depois aplicada uma placa de metal polido numa das faces, com a gravação do ano de destilação e numerada, de forma a garantir a exclusividade. As garrafas em cristal são depois embaladas num estojo de couro fino e lá dentro contêm o terceiro engarrafamento do The Glenrothes Single Malt Scotch Whisky, da colecção Extraordinary Cask. 

Para a Vista Alegre Atlantis “É um orgulho assegurar a produção de um whisky tão exclusivo como este [..] e o reconhecimento da nossa qualidade junto dos mercados internacionais”, afirmou o Director de Marketing e Design Externo da Vista Alegre Atlantis, Nuno Barra.

Recorde-se que o frasco Glenrothes conquistou o Prémio Mundial de Whisky em 2013. CSB

 




Quarta-feira, 17 de Junho de 2015
17.06.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

Juice On_Soul.jpg

 

Se tem dinheiro, gosta de um sumo de laranja matinal e não tem tempo a perder, a Soul é a máquina de sumos certa para si. De laranjas inteiras a um sumo em 15 segundos exactos. É esta a promessa da Soul, a nova máquina de sumos ‘premium’ da Zumex, que pretende fazer com os sumos de laranja aquilo que a Nespresso fez com o consumo de café em casa. Lançada especificamente para o consumo doméstico, com um design sofisticado e compacto (de 260x430x435mm), a máquina utiliza uma nova tecnologia que facilita ao máximo o processo. Basta colocar as laranjas no topo, tocar no sensor e esta faz todo o trabalho. No interior, uns tambores em forma de cone asseguram que a fruta é espremida com a máxima potência, sendo que funciona também com os outros citrinos.

 

JuiceOn_Soul_copos.jpg

 

A limpeza e manutenção são igualmente simples. Com apenas três peças interiores removíveis, é fácil desmontar e limpar. A Soul está à venda em Portugal através da Juice On, na sua loja no Porto e ‘online’. Portugal é o primeiro país onde a máquina da espanhola Zumex está a ser lançada, pelo que vamos também servir como mercado teste para esta máquina cuja segunda característica mais marcante é mesmo o preço: 1.945 euros (são quase duas Bimbys). CLM




Sexta-feira, 12 de Junho de 2015
12.06.2015 - Por Fora de Série, às 16:22

IMG_9074.JPG

 

A famosa marca de acessórios de viagem inaugurou uma nova loja no número 242 da Avenida da Liberdade. Num piso único com uma área de 95 metros quadrados, situada junto à Cartier, esta é a primeira loja da Tumi em Portugal (fora do aeroporto de Lisboa). Com um design simples e elegante e o uso de materiais em tons neutros, o projeto foi concebido de forma a realçar as peças em exposição, evidenciando o carácter contemporâneo da marca. Alguns dos elementos de destaque são as tábuas de cerâmica que compõem o chão e uma parede estruturada de madeira de nogueira.

A marca, que tem já uma presença forte a nível internacional, com mais de 290 lojas próprias, além de outras lojas especializadas e armazéns onde está representada, aposta assim no reforço da sua presença em Portugal e na cidade de Lisboa. Atentos às tendências mundiais, garante o vice-presidente da Tumi Geoffrey Gysin, "Lisboa é, sem dúvida, cada vez mais uma capital dinâmica".

 

IMG_9172.JPG

 

A Tumi acaba de lançar também a terceira temporada da sua campanha Global Citizens, para a colecção de 2015/16. Desta vez, os dois protagonistas são o piloto de fórmula 1 Nico Rosberg, que fez parte da equipa Mercedes AMG Petronas e a actriz sul-coreana Claudia (Soo Hyun) Kim. CLM