Sexta-feira, 14 de Março de 2014
14.03.2014 - Por Fora de Série, às 11:35
 

E se o acto de beber um café tivesse um efeito de passeio por Lisboa? Rua da Bela Vista à Lapa, Rua do Quelhas, Calçada da Estrela e passo-a-passo por aí fora. No olhar, os típicos prédios forrados da arte da azulejaria lusa. Uma viagem proporcionada pela colecção Lisboa Quotidiana, um conjunto de 10 chávenas que reproduz azulejos de interiores e exteriores do edificado nacional.

Da mente criativa do ‘designer’ português Tiago Franco Paiva nasceu o projecto mina2b. Uma união entre duas tradições nacionais: o hábito da bica e o uso dos azulejos. A primeira colecção foi um passeio pelas Caldas da Rainha, a Caldas Quotidiana, e uma homenagem ao mestre Bordalo Pinheiro. Depois, seguiram-se outras quatro cidades: Aveiro, e o seu património; Beja, com 500 anos de história azulejar; Gaia, dedicado à Fábrica das Devesas; e Lisboa, onde se cruzam proveniências e diferentes culturas de azulejos.

Neste momento, só a colecção de Lisboa está disponível. As restantes são protótipos para exposição. Produzidas em Ourém, estão disponíveis em conjuntos de seis chávenas e pires, por 60 euros, e podem ser compradas 'on-line'. CSB

 

Tags: ,



1 comentário:
Eu faço trabalhos com azulejos, visitem:

http://mosasporto.blogspot.pt/

deixado em 23/3/14 às 07:57
responder a comentário

Comentar post