Quinta-feira, 25 de Junho de 2015
25.06.2015 - Por Fora de Série, às 18:45

Palacio_Nacional_de_Queluz_creditos_Emigus.jpg

 

O Palácio Nacional de Queluz é, amanhã, o palco eleito para a estreia mundial da serenata “L'Isola Disabitata - Serenata per musica”, do compositor David Perez.

O espectáculo, agendado para as 18h na Sala do Trono, é promovido pela Parques de Sintra e será interpretado pelo Divino Sospiro - Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal, sob a direção musical de Massimo Mazzeo e com a participação das sopranos Joana Seara e Francesca Aspromonte, do sopranista Francesco Divito e do tenor Bruno Almeida.

Considerado um dos compositores mais relevantes no panorama musical europeu da segunda metade do séc. XVIII, David Perez, de origem napolitana, foi o compositor da casa real portuguesa entre 1752 a 1778, tendo dirigido a vida musical da corte até à sua morte.

Da obra “L'Isola Disabitata”, escrita expressamente para ser apresentada no Palácio de Queluz – então residência oficial do Infante D. Pedro e da futura rainha D. Maria I – restam hoje apenas duas partituras manuscritas, uma na Biblioteca do Palácio Nacional da Ajuda e a outra na Biblioteca do Conservatorio di Musica San Pietro a Majella, em Nápoles. Os bilhetes para o espectáculo de amanhã custam dez euros e estão à venda nas bilheteiras da Parques de Sintra, online, na FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt e ainda nos postos de Turismo de Sintra e de Cascais. IQ