Sexta-feira, 29 de Maio de 2015
29.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

EA1_FORA_SERIE_20150529.png

 

O 'chef' britânico com uma estrela Michelin, Marcus Eaves, e o português Manel Lino são os convidados do "Cooking Through Generations", dois janatres exclusivos que decorrem esta sexta e sábado no Pine Cliffs Resort, no Algarve.

A quinta edição do evento gastronómico desdobra-se, pela primeira vez, em duas noites e vai contar com a presença dos ‘chef’s’ na introdução dos cinco pratos que compõem cada jantar. No dia 29, cabe a tarefa a Marcus Eaves, com 34 anos e responsável pelo restaurante Pied à Terre, em Londres, que vai apresentar Caranguejo, pêssego, espargos, ervilhas e hortelã; Vieiras marinadas com pepino e rábano; Lombo de novilho com cogumelos selvagens e vinho da Madeira e, para sobremesa, Tangerina, manga e coco; Cheesecake de fava Tonka com morangos ingleses, ‘sorbet’ de morangos selvagens e lúcia-lima.

No dia 30, será a vez do português de 27 anos, Manel Lino, ‘chef’ do restaurante Tabik, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, cuja carreira tem sido construída no estrangeiro, e é apontado como uma das grandes promessas nacionais. E a sugestão do jovem ‘chef’ é composta por Tártaro de ostra e novilho com dashi; Gamba com leite de amêndoa; Pregado com caldo de cebola tostada, aipo e borragem; Pato com funcho e emulsão de laranja; ‘Ganache’ de chocolate branco com espuma de citronela e merengue de limão

Depois de Marc Fosh, Luke Thomas, Philippe Brun e Daniel e Stéphane Chambon, o “Cooking Through Generations”- cujo ADN é a fusão de estilos e sabores entre diferentes gerações –, a edição de 2015 cede a cozinha a Marcus Eaves e Manel Lino, sendo que o inglês ganhou a primeira estrela Michelin aos 27 anos, precisamente a idade de Manel Lino. O jantar inclui harmonização de vinhos e um coktail e tem um custo de 70 euros. As reservas devem ser feitas por telefone: 289 500 100, ou através do email luis.vargues@luxurycollection.com. CSB

 

 

 




Quinta-feira, 28 de Maio de 2015
28.05.2015 - Por Fora de Série, às 18:05

26652__ZKL4079.png

 

“Provavelmente, a comida mais fotogénica do mundo: sushi (e sobremesas)”. Foi assim que Paulo Morais, um dos mais reconhecidos ‘sushiman’ portugueses, iníciou um ‘workshop’ de apresentação do “Sushi Fest”. Um evento - inédito na Europa - que vai decorrer nos jardins e Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras, de 2 a 4 de Julho. Um evento que alia a música ao sushi, com concertos de Amor Electro, Paulo Gonzo e Ana Moura, respectivamente. Os números impressionam: mais de 100 ‘chef’s prontos a servir 5.000 pessoas por dia e um semelhante número de funcionários na restante logística. Paulo Morais e Ana Lins (do Umai, School e Everithing About Sushi) e Daniel Rente (Sushi Café) são os conceituados ‘sushi chef’s’ que vão orientar a equipa de cozinha do festival.

O evento pode ser vivido de duas formas: com o Bilhete VIP ou com o normal. O primeiro inclui acesso ao espaço VIP; ‘welcome drink’  Jinzu; jantar volante composto por um menu especial preparado pelos ‘chef’s’, reforçado por um serviço móvel de tabuleiros com iguarias assegurado por "Wasabi girls" e "Soja boys"; cerveja Heineken, vinho, água, refrigerantes, chá e café à discrição; ‘Live cooking’ ; acesso livre ao Espaço Japão – composto por uma Mercearia Japonesa; livros de autores nipónicos; quatro ‘workshops’, por noite, de Artes Tradicionais Japonesas (Bonsai, Ikebana e Origami, entre outros) e mercado de chás -; lugar sentado em zona reservada no concerto do dia e, a terminar, ‘After-party’.

O bilhete Normal dá direito a um prato com um mínimo de 20 peças de sushi e sashimi, que pode ir sendo trocado até ao final do jantar por pratos mais pequenos com várias peças, nomeadamente por especialidades. Durante este período há também um serviço móvel assegurado pelos "Wasabi girls" e "Soja boys" que levam aos participantes rolinhos acabados de fazer, soja, gari, hashi e guardanapos. Há também uma opção de ementa vegan. Este bilhete dá também direito a uma Heineken e a um chá e acesso à Feira Japonesa, ao concerto desse dia e à ‘After-party’.

O espaço do festival abre portas às 18h, no primeiro dia, e permite crianças a partir dos 6 anos. Inicia meia hora mais tarde nos dois seguintes e a entrada dos mais pequenos passa a estar condicionado à idade mínima de 12 anos. Os jantares serão servidos entre as 20h (na quinta-feira), 20h30 nos restantes, e as 23h. Os bilhetes estão à venda em www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés e outros pontos, e têm um custo de 75 euros, o VIP, e 45, o normal, até 31 de Maio. A partir daí passam a custar 90 e 60 euros, respectivamente. Se faz parte dos que não vão deixar fugir este acontecimento inédito, não se distraia com as datas…CSB

 

peixe-sashimi.png




28.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

 

EA1_FORA_SERIE_20150528.png

 

Rafael Nadal entrou no 'court' de Roland Garros com um novo relógio Richard Mille. Um amuleto de 800 mil euros. Para a pergunta (óbvia) “quem leva um relógio de 800 mil euros para um court de ténis?”, a resposta: quem tem um capaz de resistir a 5000 G’s.

Rafael Nadal pode não estar a ter o melhor ano da sua carreira. Caiu para 7º lugar do Ranking ATP quando não saia do Top 5 há mais de dez anos. Nem quando passou metade da época lesionado. Mas Roland Garros é o seu torneio fetiche: já o venceu mais vezes (9) do que qualquer outro na história, e as grandes recuperações não são estranhas ao tenista de maiorca, também conhecido como ‘el touro’

Mas voltemos à nova obra-prima da casa Richard Mille, chamada RM 27-02. É uma edição limitada a 50 exemplares apenas e um deles já está num certo pulso em Roland Garros. Sobram 49 portanto. Vem com  um novo movimento mecânico da manufactura, de corda manual e com turbilhão. Peça tradicionalmente delicada de mais para andar a bater bolas, certo? Nada de mais errado nesta maravilha onde tudo é ultra resistente.

Para suportar os tais 5000 g’s de força gravitacional a platina construída em carbono NTPT é “unibloco” (está fundida com o fundo e a luneta) o que elimina a necessidade de unir as peças e logo aumenta a resistência estrutural. As pontes e o movimento são em titânio grau 5 (misturado com alumínio e vanadium). Apesar de toda esta nova tecnologia, a decoração do movimento esqueletizado está em total acordo com os elevados padrões da marca.

Quanto à caixa, utiliza uma construção inédita já que o carbono NTPT surge misturado com camadas e camadas de quartzo TPT. Este quartzo foi desenvolvido pela Richard Mille em conjunto com a North Thin Ply Technology, a companhia que desenvolve materiais compósitos para a exploração espacial e a F 1. O resultado é uma tremenda resistência a altas temperaturas, ao choque, e uma quase transparência magnética.

Se Rafa não ganhar, de certeza que não será por culpa do amuleto. BL




Quarta-feira, 27 de Maio de 2015
27.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

EA1_FORA_SERIE_BELCANTO_20150527.png

 O Belcanto, de José Avillez, entrou para a lista dos 100 melhores restaurantes do mundo. A escolha é do "World's 50 Best Restaurants" que acaba de divulgar as classificações do 51º ao 100º lugar.

A lista anual coloca o Belcanto no 91º lugar e é divulgada pela primeira vez a partir do meio para o fim, antes de serem anunciados os 50 melhores que serão conhecidos apenas a 1 de Junho. Apesar do seu nome já ter sido falado na edição passada, esta é a primeira vez que o restaurante do chef português entra para a lista. Uma estreia, portanto, que se segue à conquista da segunda estrela Michelin.

O português Vila Joya, no Algarve, cujo ‘chef’ é o austríaco Dieter Koschina, também integra a lista dos 100 magníficos e surge na 98ª posição. Uma descida de 76 degraus, já que na edição do ano passado foi considerado o 22º melhor restaurante do mundo.

Outro exemplo de descida acentuada é o  famoso The Fat Duck, de Heston Blumenthal, já considerado o melhor restaurante do mundo e que, nesta lista de 2015, surge na 73ª posição. Exemplo inverso é o Diverxo do ‘chef’ Dabiz Munoz, em Madrid, que sobe do 94º lugar para o 59º.

Os Estados Unidos surgem com nove novas entradas e a China e Reino Unido com quatro novos restaurantes cada. Quanto aos 50 primeiros, resta-nos esperar mais uns dias para conhecer as novidades. CSB




Segunda-feira, 25 de Maio de 2015
25.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:34

image002 (1).jpg

 

Vão esta semana a leilão 23 obras de Júlio Pomar, incluindo "O Almoço do Trolha", a mais importante obra do neo-realismo em Portugal. E este é apenas um dos 565 lotes que o Palácio do Correio Velho leva à praça. Durante o dia de hoje, poderá passar pelo Palácio do Correio Velho, entre as 15h e as 20h para visitar as obras escolhidas para o leilão de Maio, presentemente em exposição. Este irá decorrer nos dias 27 e 28, pelas 19h30. Entre 565 lotes, a casa leiloeira destaca as 23 obras do pintor Júlio Pomar, nomeadamente “O Almoço do Trolha”,  uma das obras mais emblemáticas e representativas do neo-realismo em Portugal.

Ainda na área da pintura, dos 138 lotes escolhidos são de notar os nomes de artistas consagrados como Eduardo Viana, José Lima de Freitas, Nadir Afonso, Paula Rêgo, Sá Nogueira, Eduardo Batarda, Carlos Botelho, Artur Bual, Cargaleiro, Columbano e Costa Pinheiro. Destacam-se também outras peças como a escultura de Diana, Deusa da Caça, em mármore de Estremoz e o Relógio Inglês Jorge III de Stephen Rimbault.

Pode consultar o catálogo completo no ‘site’ do Palácio do Correio Velho. CLM




Sábado, 23 de Maio de 2015
23.05.2015 - Por Fora de Série, às 18:01

CarolinaHerreraVogueWho%27sOnNextFashion.jpg

 

Carolina Herrera foi esta semana homenageada, na 4ª edição da cerimónia Vogue Who’s On Next, em Madrid. Através deste prémio, o Vogue Fashion Fund distingue jovens talentos da indústria da moda, ao mesmo tempo que presta homenagem a ‘designers’ consagrados. A criadora venezuelana radicada em Nova Iorque recebeu o distinção de “Ícone de Moda 2015”, entregue pelas mãos do grande Mario Testino, em reconhecimento da sua trajectória, contributo e influência no mundo da moda. CLM




Sexta-feira, 22 de Maio de 2015
22.05.2015 - Por Fora de Série, às 18:01

image002.jpg

 

A eDreams quer ajudar os seus clientes a chegar ao paraíso, neste Verão. Paraíso grego, mais concretamente. Com o passatempo “Greekadise”, a agência ‘online’ de viagens vai oferecer cinco viagens para duas pessoas às ilhas Gregas, através da Aegean Airlines. Para participar, basta entrar na página de Facebook da empresa e registar-se na aplicação. Pode fazê-lo até ao dia 28 de Maio. A partir do momento em que está inscrito, consegue aumentar as suas probabilidades de ganhar, partilhando nas redes sociais. À medida que os seus amigos do Facebook forem participando, vão aparecendo na ilha da aplicação. Quanto mais cheia esta estiver, mais perto estará do "Greekadise". CLM




22.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

EA1_SANTINI_20150522.jpg

 

É assim que podemos definir a sugestão que a Santini e a Gin Lovers têm para este fim-de-semana. Um gelado/gin tónico numa edição tão limitada quanto refrescante. Morango, gengibre, hortelã, água tónica e Bulldog Gin são os ingredientes desta poção mágica em forma de gelado que, entre hoje e domingo, promete baixar a temperatura nas geladarias Santini de Cascais, Carcavelos, Mercado da Ribeira e Chiado e na Gin Lovers do Chiado. Este novo gelado Santini pretende não só reproduzir o sabor, mas também a autenticidade do gin tónico, com claras referências aos sabores orientais que caracterizam o Bulldog Gin: papoila, olho de dragão – um fruto da família da líchia – e flor de lótus.

Esta proposta da Santini e da Gin Lovers é vendida em caixas pré-embaladas de 0,5l, com validade de 72h, e custa 16,5 euros. E, porque estamos em ‘modo gin’, cada embalagem dá ainda direito a um ‘voucher’ de desconto de nove euros na entrada para um Gin Tasting promovido pela Empor II que, amanhã, reúne sete marcas diferentes no Gin Master Room 7.0. Entre os gins em destaque vão estar o Bulldog, Martin Miller’s, Monkey 47, Ferdinand’s, mas também os portugueses Nao e Gina. IQ




Quinta-feira, 21 de Maio de 2015
21.05.2015 - Por Fora de Série, às 13:30

Challenger-350_exterior.jpg

 

A NetJets Europe acaba de apresentar o primeiro modelo europeu Bombardier Signature Series Challenger 350, tornando-se assim a primeira cliente do avião. A apresentação, feita em conferência de imprensa durante última edição da European Business Aviation Convention and Exhibition (EBACE), que termina hoje em Genebra, contou com a presença de Jordan Hansell, Chairman e CEO da NetJets e de Alain Bellemare, o presidente da Bombardier.

Adiantando que “estes super aviões de médio tamanho estão a provar ser uma escolha muito popular” entre os clientes da Netjets, Jordan Hansell revelou que a empresa tem já “75 ordens de compra planeadas e ainda 125 ordens opcionais e disponíveis”, entregas estas cujo valor ronda os 5,4 mil milhões de dólares (4,8 mil milhões de euros) e acrescentou que existem já 11 aviões Challenger 350 a funcionar nos Estados Unidos prevendo-se o envio de mais quatro aparelhos para a Europa ainda este ano.

Com uma capacidade até 10 passageiros, uma configuração “frente-a-frente” e um divã de três lugares conversível, numa cabine com 1.85m de altura e mais de 2m de largura, o modelo Challenger 350 da NetJets estará, até amanhã, em exposição no espaço da Bombardier, na EBACE. IQ




Quarta-feira, 20 de Maio de 2015
20.05.2015 - Por Fora de Série, às 16:30

Deck-River-Lounge.jpg

 

É já no sábado que o Hotel Myriad inaugura oficialmente o Verão com a primeira ‘sunset party’ da série “The Hippie Chic Collection” que, até Setembro, prometem animar o terraço do hotel entre as 15h e as 22h.

“O verão nunca foi tão doce”, é a promessa feita à partida pelo cartaz desta primeira festa que, obedecendo ao título “The Lollipop Edition”, irá transformar o Deck do River Lounge, situado na cobertura do Myriad, numa autêntica ‘candy shop’ com direito a chupa-chupas, gomas, ‘flash tattoos’ e muitas outras surpresas. A tirar partido da vista sobre Lisboa que dali se oferece, esta ‘sunset party’ conta com o apoio da marca de cerveja Isleña Ibiza e será animada pelos Dj’s Ricardo Guerra (Revolta do Vinyl e Vírus) e Corto Maltese (DJ residente no Station).

As entradas estão limitadas à capacidade do espaço e os bilhetes, que devem ser comprados através do email info@starsix.pt, dão direito a uma bebida de oferta e uma surpresa.

A próxima festa da série “The Hippie Chic Collection” está agendada para 4 de Julho e a terceira e última, ainda sem dia marcado, encerrará o Verão em Setembro. IQ

 

SUNSETS_Hippie-Chic-Collection_Myriad.jpg

Tags:



20.05.2015 - Por Fora de Série, às 10:35

 

A história da Hermès começa no fabrico de arreios para cavalos e outros acessórios em pele. Artigos de luxo manufacturados e, por isso, destinados a uma clientela eleita pelo poder de compra. O salto para as carteiras de senhora e, posteriormente, para as gravatas e os 'carrés' – famosos lenços de seda – é lógico.

Agora, a marca apresenta as Bandanas - inspiradas no movimento 'hippie' e na rebeldia dos anos 90, a lembrar os lenços usados por Axl Rose, vocalista dos Guns'N'Roses – em várias cores e padrões e com múltiplas possibilidades de utilização. Uma tendência para descobrir no vídeo. CSB

Tags:



20.05.2015 - Por Fora de Série, às 02:27

21_Casaca_cavaleiro_tauromaquico_e_aderecos_cavalo

 

O Palácio Nacional de Queluz já abriu as portas da única biblioteca nacional dedicada à Arte Equestre. A “Biblioteca de Arte Equestre D. Diogo de Bragança, VIII Marquês de Marialva” está aberta ao público e possibilita, não só, a consulta de publicações da especialidade, como também deambular pelo pequeno núcleo museológico que tem expostas 165 gravuras, uma pintura que retracta a família dos 3ºs Duques de Lafões e outra do 6º Marquês de Marialva, uma casaca de cavaleiro tauromáquico e uma réplica de cavalo ajaezado com gualdrapas e xairel de finais do século XVIII.

Adquirido pela Parques de Sintra, em 2014, aos herdeiros de D. Diogo de Bragança - cavaleiro e um apaixonado pela área da qual foi coleccionando publicações (1930-2012) -, o espólio implicou um investimento de 380 mil euros, a que se somou um outro de cerca de 60 mil na recuperação das três salas que o albergam, no Palácio Nacional de Queluz.

O público passa a ter acesso a 1.400 títulos impressos e manuscritos desde o século XVI, alguns dos quais raros, como um exemplar de Johannes Stradanus (1578); a Arte da cavallaria de gineta, e estardiota, bom primor de ferrar & alueitaria, de António Galvão de Andrade (1678); e uma das 23 edições consideradas parte do “Cabinet du Roi”, que relatam momentos do reinado de Luís XIV. E o horário de abertura é de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 17h30. CSB

 

22_Palacio_Nacional_de_Queluz_creditos_PSML_Wilson

 

 




Terça-feira, 19 de Maio de 2015
19.05.2015 - Por Fora de Série, às 16:32

EA1_FOra_SERIE_20150519.jpg

 

A Rota de Tapas Estrella Damm regressa esta quinta-feira a Lisboa e ao Porto, com os "Sabores da Terra e do Mar". A quinta edição deste festival vem animar as ruas de Lisboa e do Porto e trazer os melhores petiscos e cervejas para as zonas históricas das cidades. Durante os dias 21 de Maio e 7 de Junho poderá “tapear” pelos 52 estabelecimentos participantes em Lisboa e 29 no Porto e provar os “Sabores da Terra e do Mar”. Entre marisco, peixe fresco dos nossos mares, queijos, enchidos e carnes, não vai faltar nada. Os petiscos só estão completos, claro, com uma harmonização de cerveja Estrella Damm, que tem um preço fixo de 3 euros.

Para conhecer o roteiro deste ano, pode consultar o Facebook da marca ou a colecção “Rota de Tapas” da Zomato. Para facilitar a deslocação entre os bairros Lisboetas – Cais do Sodré, Rossio, Alfama, Bairro Alto e Príncipe Real – a marca vai disponibilizar ainda uma série de tuk tuks, de quinta-feira a sábado, entre as 19h30h e as 23h. Basta juntar um grupo de até seis pessoas e mostrar, pelo menos, dois carimbos no mapa da Rota de Tapas Estrella Damm para pedir boleia.

No final do evento, serão escolhidas as duas melhores tapas, entre todos os estabelecimentos. A primeira é eleita pelos participantes e a segunda por um júri profissional. Ao participar, habilita-se ainda a ganhar uma viagem a Barcelona, com direito a uma refeição no conceituado restaurante Tickets, dos ‘chefs’ Ferran Adrià e Albert Adrià. CLM




19.05.2015 - Por Fora de Série, às 12:30

20150423_Chicken_All_Around_JS-7963.png

 

O que leva um ‘chef’ premiado com uma estrela Michelin a dedicar-se ao frango? Miguel Laffan explica que o Chicken All Around, um projecto na restauração urbana no Mercado da Ribeira, em Lisboa, surgiu por sentir que o frango - ingrediente tão popular entre os portugueses - poderia ser tratado de forma despretensiosa mas criativa. Ou seja, disponível na forma tradicional, assado, com temperos diferentes, internacionais e com acompanhamentos inesperados, ou em sanduíches e saladas.  

E neste espaço, o frango não é qualquer frango. Há critérios na escolha da ave, como o peso, que tem de respeitar os 400 gramas. Depois existe um assador especial: um forno aquecido por brasas e uma temperatura que assegura o ponto certo na textura e sabor da carne. Os temperos viajam dos sabores tailandeses - o Frango Thai - aos argentinos, com molho Chimichurri, e até à Índia, com a opção Tandoori. 

No casamento com o pão há cinco propostas e ainda várias saladas, como é o caso da Caesar, ou da Club Sandwich. Porque nem só de frango vive um homem, há ainda ‘noodles’ em quatro versões, uma das quais com camarões. E petiscos que podem ser degustados com vinho a copo a qualquer hora. A cozinha está a cargo do 'chef' João Oliveira, enquanto Miguel Laffan é o ‘chef’ criativo, tal como no restaurante L’And, do 'resort' L’And Vineyards, em Montemor-o-Novo, onde exerce as mesmas funções de consultor. Resta então dizer: há frangos que são mais frangos que outros. CSB

 

Miguel-laffan.png

 




Segunda-feira, 18 de Maio de 2015
18.05.2015 - Por Fora de Série, às 16:48

127.jpg

 

Todos conhecem o Limoncello, mas é italiano. Em Portugal acaba de nascer o Orangea, um licor feito à base de laranjas do Algarve. Para beber bem fresco neste Verão. Apelidado de Larancello, à semelhança da bebida italiana, é um licor único, 100% artesanal e produzido em Portugal a partir das incomparáveis laranjas algarvias. Tudo isto servido numa garrafa elegante e moderna.

Assim como o Limoncello, o Orangea deve ser bebido muito frio e, por isso, conservado no congelador. Com um teor alcoólico de 30%, é ideal, não só para ser servido como digestivo, mas também para fazer a base de ‘cocktails’ e inúmeras sobremesas. Para começar, a marca dá uma pequena ajuda. Pode encontrar uma série de receitas com esta nova bebida no seu ‘site’.

O licor Orangea está à venda em Lisboa, nas lojas Coisas do Arco do Vinho, DeliDelux e Cais Pimenta Rosa, em Oeiras,  na Mercearia André, em Cascais, na Quinta do Saloio, no Porto, no  Mariscos da Foz, no Gogo Away do Funchal e nas Garrafeiras Soares em Albufeira, Portimão, Alvor, Carvoeiro, Lagos, Vilamoura, Vale do Lobo e Tavira. Cada garrafa tem um custo de 17 euros. CLM